Dia Mundial da Alimentação: Podemos Comemorar!

Publicado por em out 16, 2010 em Blog | 0 comentários

Nos últimos anos a vida de milhões de brasileiros e brasileiras mudou muito, para melhor:

– Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômico Aplicada (IPEA), vinte e sete milhões e trezentos mil brasileiros ultrapassaram a linha de extrema pobreza. Esse índice baixou de 25,6% para 4,8%, de 1990 a 2008, uma redução de 81%. Com isso, o Brasil superou o primeiro e principal objetivo de desenvolvimento do milênio (ODM), que tem a meta de erradicar a fome e reduzir pela metade, até 2015, a extrema pobreza registrada em 1990.

Outra pesquisa, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostra que 20,4 milhões de pessoas saíram da pobreza desde 2003. De acordo com o levantamento, que leva em conta os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2003, 28,12% dos brasileiros eram considerados pobres, ou seja, tinham renda mensal de até R$ 140 em valores atuais. Em 2009, o índice de pobreza no Brasil baixou para 15,32%.

Com esses avanços, o Brasil virou modelo no combate à fome e referência mundial. A ActionAid apontou o País como o que mais promove efetivas ações de combate à fome. O levantamento mostra que Brasil, China, Gana, Malaui e Vietnã estão entre aqueles que reduziram as taxas de fome – e figuram entre os cinco países com melhor desempenho no Placar da Fome. O Brasil reduziu em mais da metade o número de crianças com baixo peso em menos de 10 anos.

De acordo com o relatórioO Brasil, que encabeça nosso gráfico global pela segunda vez consecutiva, ampliou dramaticamente a cobertura do bem-estar nos últimos anos. Aumentos no salário mínimo e de um programa nacional de transferência de renda têm sido introduzidas juntamente com o crédito subsidiado e programas de compras governamentais que apóiam os pequenos agricultores. Tomadas em conjunto, estas medidas são amplamente reconhecidos como tendo tido um impacto fenomenal na redução da outrora infame desigualdade brasileira – com taxas de criança com fome reduzidas em mais de 50% em pouco mais de 10 anos”. Veja o documento na íntegra (em .pdf).

O Instituto Internacional de Pesquisa de Políticas Alimentares (IFRPRI) também apontou que o Brasil passou de um índice “moderado” de fome em 1990 para “baixo” em 2010. A entidade publicou o 2010 Global Hunger Index. Para a entidade o programa Bolsa Família colaborou com essa redução. Veja o mapa abaixo (coloque o marcador no país onde deseja saber a situação):


Ainda temos muito o que avançar, e se pensarmos no âmbito mundial as notícias não são assim tão boas. Ainda temos 1 bilhão de pessoas passando fome no mundo. Mas hoje, Dia Mundial da Alimentação, nós brasileiros podemos comemorar.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.