Software Livre

Publicado por em out 16, 2005 em Blog | 5 comentários

Desde muito simpatizo com a idéia do software livre, ou seja, os programas livres para computador, sem donos, democráticos, solidários. Já fiz até uma tentativa de migração para o Linux, mas não escolhi um bom momento: final de doutorado, escrevendo a tese, com a bolsa para terminar e o prazo já quase no fim não era o ideal para uma mudança completa de sistema. Até que consegui uma grande vitória, já que escrevi a tese toda usando o LateX (infelizmente no Windows), com a ajuda distante de alguns amigos (um na Grécia e dois em Portugal!).  Mas a semente ficou, e o assunto continua me interessando muito.

Um amigo na Escócia me escreveu há algum tempo contando ter visto um documentário sobre o compromisso do governo brasileiro com a inclusão digital e o software livre. Eu já havia doutrinado seus ouvidos com a música do Gilberto Gil, e agora ele conheceu outro lado do Ministro da Cultura, elogiadíssimo e também chamado de Ministro da Contra-cultura na Europa.  Como faço de vez em quando, hoje visitei meu blog favorito, o WorldChanging, e eis que está lá (de novo) o Gil

O assunto “Software livre” continua me perseguindo. Ou será que sem saber, sou eu quem o estou buscando? Trabalhando num órgão do governo, já praticamente dei “Adeus” ao “Office for Windows”, já que lá só usamos o OpenOffice. Também a trabalho, na Itália, visitei uma loja do Comercio Equo e Solidário, e me deparo com a distribuição do UBUNTU (Linux para Seres Humanos). De acordo com a descrição na capa do CD, Ubuntu é uma antiga palavra africana que significa “humanidade para com os outros”. E o mais interessante:

“Você é legalmente  entitulado e encorajado a copiar, espalhar e redistribuir este CD para você mesmo e para seus amigos. Espalhe o espírito de Ubuntu”

Com a agenda lotada de compromissos, coisas que precisam ser feitas para ontem, ainda não pude fazer a mudança de sistema. Mas já tenho data marcada para isso.

5 Comentários

  1. Sim, o software livre é uma tremenda sacada para a flexibilidade dos usuário, principalmente para adaptações que os usuários possam vir a fazer nos softwares que utilizam e que isto seja possível.
    Veja este link http://www.gnu.org/philosophy/free-sw.pt.html aqui tem muita coisa legal inclusive algumas confusões que normalmente são feitas com o termo “software livre” no Brasil e no mundo: http://www.gnu.org/philosophy/words-to-avoid.pt.html

  2. Bem,e otimo falar de Windows e pcs, e a foto e de Macs!!!

    Eu concordo com quase tudo, so que eu so usuario de Mac . Alguem sabe se ise movemento de sofware livre afeita tamen a nois?

    Abracos

    Marcos

  3. É engraçado você dizer que concorda com quase tudo Marcos, pois parece que não entendeu o que é Software Livre… Este conceito independe de plataforma de sistema operacional, embora a maior parte dos softwares que respeitam este conceito sejam feitos para rodar em sistema Unix/ Linux like. Mas isto não impede de ter software livre rodando abaixo de um Mac OS, Windows, OS2, etc…

  4. Realmente o Software Livre é fascinante.
    Estou usando o Suse Linux, e achando fantástico.
    Também estou testando um sistema de gerenciamento de conteúdo para a web chamado Joomla; e achando mais fantástico ainda. É impressionante o que essa comunidade faz.
    Existem milhares de pessoas desenvolvendo programas, módulos e componentes de programas, tudo gratuitamente. E o mais impressionante é que existem extensos Foruns de discussão, onde desenvolvedores e usuários dão suporte técnico ativamente.

    É o movimento que mais tem me impressionado ultimamente!

  5. Hi
    Was just surfing on net and found this site…want to say thanks. Great site and content!

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.